domingo, 4 de setembro de 2016

Esfirras de Queijo / Esfirras de Carne



Nessa semana que passou dei uma aula sobre produção de esfirras para o curso de Nutrição. Postei as fotos no Facebook e choveram pedidos da receita, então ontem resolvi fazê-las novamente em casa, fotografá-las e postar a receita. Na aula fizemos só de carne, mas em casa fiz de queijo também. São fáceis de fazer e ficam realmente muito gostosas. 
Faça primeiro os recheios e reserve-os na geladeira. Depois da massa pronta e crescida é só aplicar os recheios. 

RENDIMENTO: 6 esfirras de queijo e 6 esfirras de carne. Sobrou um pouco do recheio de carne.  

Para imprimir ou salvar a receita no formato PDF, vá até o final da postagem e escolha a opção desejada. 







Ingredientes do recheio de carne:
  • 350 g de carne moida (patinho).
  • 1 tomate grande em cubinhos pequenos.
  • 1 cebola média em cubinhos pequenos.
  • suco de 1/2 limão Tahiti.
  • pimenta síria a gosto (coloquei 1 colher de chá).
  • sal a gosto (coloquei 1 colher de sobremesa rasa).






Modo de preparo:

Passo 1: Misture todos os ingredientes numa vasilha.  Faça esse recheio umas 4 horas antes da massa. Prove o sal (Com a carne crua mesmo. Se você tem nojo, frite um pouquinho dessa mistura e prove).

 

Passo 2: Coloque essa mistura do recheio sobre uma peneira grande, dentro de uma panela mais funda. A peneira não deve encostar no fundo da panela. Isso serve para recolher um líquido que escorre do recheio.



Passo 3: Coloque um plástico sobre a peneira e leve à geladeira. Deixe lá por umas 4 horas para escorrer bastante líquido.





Ingredientes do recheio de queijo:
  • 200 g de queijo minas padrão (não usei o frescal e nem sei se fica bom).
  • 2 colheres de sopa de salsinha cortadinha miúda.
  • 1/2 caixinha de creme de leite.



Modo de preparo:

Passo 1: Processe o queijo minas padrão. 



Passo 2: Coloque o queijo processado numa vasilha e adicione a salsinha. 



Passo 3: Adicione o creme de leite.



Passo 4: Misture todos os ingredientes até que fiquem bem incorporados. Reserve na geladeira.



Ingredientes da Massa:

  • 450 g de farinha de trigo
  • 45 g de fermento biológico fresco (3 tabletes) ou 15 g de fermento biológico seco.
  • 150 mL de leite morno (não muito quente pois poderá "matar" o fermento).
  • 75 mL de óleo de soja.
  • 2 claras de ovo.
  • 1 colher e meia (sopa) de açúcar.
  • 1 colher de sobremesa de sal.
  • Fubá para "empanar".





Passo 1: Num bowl grande coloque o leite morno e o fermento. Mexa com um garfo até que os tabletes derretam no meio do leite. 




Passo 2: Acrescente o óleo, o sal, o açúcar e as claras. (Guarde as gemas e faça um omelete para não jogá-las fora).


Passo 3: Adicione metade da farinha de trigo (não coloque toda a farinha senão a massa ficará dura).



Passo 4: Misture bem esses ingredientes.



Passo 5: Adicione mais farinha. Não coloque todo o resto. Manipule a massa e verifique se está macia, mas não grudenta. Vire sobre uma mesa de granito ou outra superfície limpa e seca, e sove a massa, adicionando mais farinha caso a massa ainda esteja muito grudenta. O cuidado é não colocar farinha demais. Tente trabalhar a massa sem enfiar os dedos dentro dela. Trabalhe mais com a palma das mãos. Se a massa começar a grudar um pouco na mesa, tente raspar com uma espátula e incorpore novamente à bola de massa.



Passo 6:  Quando a massa estiver bem sovada e macia estará pronta para o crescimento.



Passo 7: Porcione a massa em pelo menos uns 10 pedaços de tamanhos aproximados.



Passo 8: Em uma assadeira grande polvilhe um pouco de fubá.



Passo 9:  Faça bolinhas com os pedaços da massa. As bolinhas não precisam ficar perfeitas, mas sempre haverá um lado da bolinha que ficará mais irregular.




Passo 10: Passe a bolinha pelo fubá e coloque sobre a assadeira. Coloque sempre as partes mais feias e irregulares da massa para baixo. 



Passo 11: Deixe crescer por uns 20 minutos numa estufa (forno fechado).




Passo 12: Quando estiverem crescidas elas estarão com essa aparência. Aperte com a ponta do dedo, ela estará macia. 



Passo 13: Aplique os recheios. Com o de queijo se faz assim: faça uma bolinha com o recheio, coloque sobre uma bolinha de massa já crescida.



Passo 14: Pressione o recheio de queijo sobre a massa. Distribua esse recheio tomando o cuidado de deixar uma borda na esfirra.




Passo 15: Faça o mesmo com a carne. Aqui você terá que tomar um certo cuidado. Faça a bolinha de carne e aperte com a mão, para escorrer mais líquido do recheio. Tome o cuidado para que o recheio de carne fique bem seco. Só depois, então, aplique-o sobre a massa. Tome o mesmo cuidado de deixar uma borda de massa.






Passo 16: Leve as assadeiras ao forno, de 190°C a 200°C. Deixe assar até que a borda de massa esteja dourada e o recheio esteja seco.









domingo, 28 de agosto de 2016

Frango Desossado com Farofa


Depois de muito tempo resolvi retomar o blog. Ainda estou muito ocupado com todas as minhas atividades, trabalho, minha faculdade de arquitetura, e tantas outras coisas, mas vou tentar, dentro do possível, postar as receitas que eu preparar nos finais de semana. 
Ontem eu fiz um frango desossado inteiro. A técnica de desossar frango sem cortar a pele eu aprendi num curso com a professora Zenaide, na Chocolândia. Fazia tempo que eu não utilizava a técnica e confesso que penei um pouco, levando quase uma hora para desossar o frango, mas deu certo. 
No futuro quero utilizar vídeos para demonstrar as receitas, que é mais didático e também está na moda. 



Ingredientes:
  • 1 Frango resfriado inteiro
  • 1 cebola
  • 3 dentes de alho
  • 1 1/2 litro de água
  • Pimenta do reino
  • 3/4 de xícara de sal
  • 1/4 de xícara de açúcar


Para a farofa:
  • 300 g de bacon
  • 1 ovo
  • 1 xícara de farinha de mandioca biju
  • 1/2 xícara de cheiro-verde picado
  • 200 g de queijo muçarela


Modo de Preparo:

Passo 1: Desosse um frango inteiro sem cortar a pele. Utilizando uma faca pequena e bem afiada, entre pela região do pescoço e vá cortando a carne junto aos ossos. A parte mais difícil é desossar coxas, sobrecoxas e coxinha da asa. Você deve desconectar os ossos nas juntas, o que facilita o processo. 



Passo 2: Numa vasilha grande coloque o sal, o açúcar e a pimenta do reino.



Passo 3: Adicione 1 litro e meio de água.



Passo 4: Mergulhe o frango inteiro desossado nesta mistura.


 Passo 5: Adicione cebola e alho picados grosseiramente.  Deixe o frango nesta salmoura por 45 minutos. Enquanto isso faça a farofa.




Passo 6: Para a farofa, corte 300 g de bacon em cubos pequenos. 


Passo 7: Coloque numa frigideira e leve ao fogo. 


Passo 8: Frite o bacon até ficar dourado e adicione um ovo. Continue fritando, mexendo sempre. Escorra o excesso de gordura.



 Passo 9: Adicione a farinha de mandioca biju e continue mexendo. 




Passo 10: Adicione o cheiro verde e apague o fogo. 




Passo 11: Por último adicione a muçarela em cubos. 



Passo 12: Adicione um fio de azeite numa assadeira.



Passo 13: Tire o frango da salmoura e passe uma água de torneira, lavando-o e tirando o excesso de sal. Seque-o em papel de cozinha . Coloque o frango sobre a assadeira, com o lado do peito para cima. 



Passo 14: Recheie o frango com a farofa.



Passo 15: Prepare para assar. Eu encosto as coxas do frango no canto da assadeira para não precisar costurá-lo. Dessa forma o recheio não vaza. 



Passo 16: Salpique pimenta do reino e sal granulado sobre o frango.



Passo 17: Leve para assar. Depois de 1 hora e 15 minutos mais ou menos, com forno a 190 graus, o frango estará pronto. Tire-o bem dourado. A casca fica super crocante. 



O RESULTADO

Um franguinho suculento e bem gostoso. Dessa vez ele não ficou muito como eu gostaria, mas tenho uma explicação. O sal acabou e eu usei sal grosso. O sal grosso deixou o prato salgado. Mas já fiz outras vezes e ele fica muito bom. Não se assuste com a quantidade de sal que vai na salmoura, é assim mesmo, só não use sal grosso, como eu fiz ontem,.